Consulta de Exame

Solicite sua coleta
em domicílio


83 3208.5353

ACIDO VALPROICO V. DE SODIO

DESCRIÇÃO DO EXAME.



O ácido valpróico (Depakene, Epilenil) é um anticonvulsivante também usado em distúrbios bipolares e

na profilaxia da enxaqueca. Sua dosagem é útil para monitorização dos níveis terapêuticos e toxicidade.

Cerca de 90% da droga liga-se à albumina, com pico plasmático em 1 a 8 horas e meia-vida de 6 a 16 horas.

Estado de equilíbrio ocorre após 3 dias de uso do medicamento. Alguns pacientes necessitam de níveis

séricos superiores aos valores de referência para controle das convulsões. A principal causa de níveis baixos

é o não uso da medicação. Seu metabolismo é hepático (95%), sendo que drogas que induzem o citocromo

P-450 como carbamazepina, fenitoína, fenobarbital e primidona reduzem seus níveis. O metabolismo

também é dependente da idade, apresentando grandes variações individuais. O ácido valpróico aumenta os

níveis de lamotrigina e fenobarbital. Valores acima de 200 µg/ml são considerados tóxicos. Pacientes com

hipoalbuminemia podem ter toxicidade mesmo com níveis normais. O Depakote é uma preparação de

liberação entérica composta de divalproato de sódio (ácido valpróico e valproato de sódio), que se dissocia

completamente à ácido valpróico, sendo absorvido como tal. O uso desta apresentação acarreta em atraso

no início da absorção, em relação à apresentação convenciona